Sobre o BrazilJs

Posted by Bruno Pulis on 17-08-2017

Esse post não vai tratar de assuntos técnicos e nem vou fazer um review do evento,
mas o que aconteceu nesses quatro dias passados aqui.

Já tinha decidido que não vinha, mas percebi que quase todo mundo que conheço iria vir, seria um desperdício esperar até ano que vem.
Então arrumei minhas malas e parti para Porto Alegre.

A Saga rumo a POA

Sai de Belo Horizonte na madrugada de quarta-feira para ir em direção a Confins, ocorreu tudo bem no embarque sem nenhum atraso.
A conexão de Congonhas para Porto Alegre demorou um pouco, porque tive que ficar um tempinho esperando o voo de conexão.

Após embarcar rumo ao destino final, o trajeto demorou cerca de uma hora e meia, cheguei em Porto Alegre por volta das 13:30 da tarde.
Ocorreu tudo bem nos voos e minha mala estava a salvo.

Hospedagem e localização

Tomei um Uber e vim para aonde fiquei hospedado o Casa Azul Hostel, um hostel bem ambientado e alternativo localizado na zona boêmia de Porto Alegre, me lembrou bastante da Savassi.

Parede com vários personagens dentro do Casa Azul

É um local com um preço acessível, na rua mais famosa da zona boêmia de POA.
Ele é um ambiente jovem, descontraído e a noite funciona um bar bastante movimento.
Outro ponto positivo para o Hostel é sua localização perto de praticamente tudo, do Centro Histórico e do Centro de Convenções do Shopping Barra Sul.

Parede com um mapa mundi desenhado mesas do bar interno Assentos em madeira e almofadas

Locais que merecem visitação

Como um bom turista você deve explorar os cantos da cidade. Basta uma pesquisa básica para encontrar locais interessantes para se visitar.
Destaco alguns lugares super interessantes da cidade.

Casa de Cultura Mário Quintana

Fachada do prédio da Casa de Cultura Mário Quintana

É um complexo cultural no Centro Histórico de Porto Alegre, possuí um conjunto arquitetônico muito bonito e bem conservado, localizado na Rua dos Andradas.
Por ser um complexo, possui dois prédios com diversas salas com: fotografia, musica, poesia e pintura.

Ressalto as salas dedicadas a literatura e fotografia

Biblioteca Pública

Sou um admirador de Mário Quintana, então para mim foi um momento especial visitar o complexo e poder fotografar o quarto de Quintana no Hotel Majestic.

Quarto do escritor Mário Quintana

Existe uma sala com a obra de Elis Regina com cds para pode ouvir e relatos para fazer uma ambientação da sala.

Mercado Público

Relembra um pouco o Mercado Central de Belo Horizonte, porém é pequeno em relação a ele. Existem várias lojas que vendem diversos produtos. Na maioria das lojas, a venda de ervas pra chimarrão é quase obrigatória.

Museu de Tecnologia e Ciência da PUC

Esse é somente por indicação infelizmente não tive tempo hábil para visitar o museu e poder escrever mais sobre ele.

Brechó do Futebol

Esse local foi um achado de ouro, graças a meu amigo Zordon que comentou dele.
Para quem é amante de futebol é parada obrigatória e seria um pecado vir aqui e não passar por lá.

Fachada do Brechó do Futebol prédio da Casa de Cultura Mário Quintana

Existem camisas, moletons rarissímos no Brechó vale a pena demais dar uma passada por lá.

Passei em alguns lugares desconhecidos, mas cada canto dessa cidade merece ser explorado.
É uma cidade que te encanta, pela beleza natural do: sotaque, arquitetura, arte, habitantes e locais.

Conclusão

Mas o melhor de tudo isto é fazer com seus amigos não seria a mesma coisa sem eles. Amigos dão uma nuance a mais no sentido da existência.

Parafraseio algo que ouvi hoje “Não vá em eventos para ver palestras, vá para fazer novos amigos” e realmente é tudo o que torna mais legal.

Se um conselho eu posso deixar para vocês é vá a eventos se envolva com a comunidade, conheça pessoas e aproveite o seu tempo.

Pessoas sorrindo em uma mesa de bar