Primeiros passos com Flutter

Recentemente fiquei com vontade aprender sobre desenvolvimento mobile. Vários fatores contribuíram para isso, um deles foi entender o contexto de desenvolvimento mobile, pois trabalho diaramente com mobile.

E também, como aplicar de modo efetivo a acessibilidade em aplicações mobile que noto uma carência de conteúdos práticos. Não é uma promessa, mas provavelmente vou começar a escrever sobre. ✨

Resumidamente, Flutter é um framework multiplataforma da Google, dentre suas características principais, as que saltam aos olhos são: sua flexibilidade, rapidez e produtividade.

Flexibilidade

Em minhas pesquisas, tinha um critério bem específico: queria algo multiplataforma. Conversando com alguns amigos, dentre, eles: Beto Muniz, Marcus Vinicius e Matheus Godoi que me incentivaram a utilizar o Flutter, pois atendia esse critério.

Há princípio tinha pensando em React Native, mas depois que o Beto me mostrou o Listtta um app que ele desenvolveu em Flutter dei uma chance.

Flutter tem a promessa de escrever um único codebase e executar em múltiplos ambientes, dentre eles:

  • mobile;
  • web;
  • desenvolvimento desktop;
  • pequenos widgets.

Produtividade

O Flutter tem um hot reloading nativo, isso facilita bastante, conseguimos visualizar em tempo de execução as alterações na interface.

Em outras palataformas, seria necessário gerar uma nova versão para identificar as modificações. Nesse ponto o Flutter fica em grande vantagem.

Rapidez

Além dessa característica fantástica, o código Flutter é compilado para ARM 64, x86 e Javascript, garantindo desempenho nativo. Desta forma, temos um ganho bem alta de performance.

Por onde começar

Como todo novo desafio, devemos ter boas referências para nos auxiliar. Vou compartilhar os recursos que encontrei que me ajudaram.

Conclusão

Flutter me parece ser uma boa escolha, estou querendo testar diversas coisas relacionadas a acessibilidade com ele. E também, desenvolver alguns apps para uso pessoal.

E você já experimentou o Flutter?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.