Bruno Pulis
Bruno Pulis QA por profissão, apaixonado por web standards, evangelista de acessibilidade digital.

Se desafie, sempre!

Recentemente por incentivo do meu mentor o Júlio de Lima, postei o meu primeiro vídeo sobre acessibilidade no meu canal no Youtube, onde mostro a ferramenta NoCoffee Vision Simulator.

O NoCoffee é uma extensão para o Chrome e Firefox que permite simularmos algumas deficiências visuais, comentei sobre ele neste artigo.

Eu topei desafio e gravei o vídeo sobre o NoCoffee. Postei no Linkedin e muitas pessoas visualizaram e comentaram no vídeo um desses comentários me surpreendeu. Meu colega do TSPI o Thiago Santos deixou o seguinte comentário no meu vídeo.

Cara, eu tenho uma cicatriz na mácula do olho direito e acabei de testar o NoCoffee, baseado no vídeo do Bruno. Agora eu posso exemplificar para os meus amigos exatamente como é isso. Antes da pandemia a minha empresa se reuniu para coletar ideias para agregar valor ao nosso sistema e eu sugeri deixá-lo mais acessível. Com essa ferramenta, que eu já vou começar a usar, isso vai acontecer.

Thiago Santos

Foi uma supresa para mim saber que alguém que estava perto, sofria de algo que muita das vezes colocamos como distante no nosso cotidiano. Nesses casos torna-se primordial a acessibilidade.

Para quem não conhece o que é uma mácula na visão, a experiência de navegação é assim:

Navegação em um site com visão máculada

Desafios

O gif me fez pensar nos desafios que essas pessoas enfrentam, sua experiência infelizmente é comprometida por interfaces não inclusivas.

A acessibilidade te deixa por diversas vezes desconfortável, sim acontece quase sempre. Mas ela chega com um sinal que podemos mudar a realidade de pessoas que são excluídas. Pense nisso, acessibilidade não é entrar em conformidade com leis e diretrizes, mas sim dar acesso a informação independente das limitações do usuário.

Conclusão

O comentário do Thiago foi cedido gentilmente e devidamente autorizado para estar nesse post. Que possamos construir juntos uma web inclusiva a todas as pessoas.

comments powered by Disqus