Pular para o conteúdo

10 dicas de acessibilidade para desenvolvedores

Você sabia que a web pode ser um lugar incrível para todos independentemente de suas habilidades ou deficiências?

Vamos explorar as 10 dicas de acessibilidade que você pode incluir para tornar a web um lugar melhor para todos.

Vamos lá!

1. Pense na Acessibilidade desde o início

Ao iniciar um projeto, tenha a acessibilidade em mente desde o princípio. Incorporar práticas de acessibilidade desde o início economiza tempo e esforço no longo prazo.

PORQUE ISSO É IMPORTANTE: adotando boas práticas de design e desenvolvimento seus resultados serão muito melhores do que tentar corrigir depois.

2. Conheça a WCAG

Familiarize-se com as diretrizes de acessibilidade web, como o WCAG (Web Content Accessibility Guidelines). Além disso, essas diretrizes fornecem uma estrutura sólida para garantir que seu conteúdo seja acessível.

Você pode encontrar informações detalhadas sobre como tornar sua página acessível, desde contraste de cores até navegação por teclado.

Em outras palavras, a WCAG é seu guia para uma web mais acessível. 😊

3. Crie conteúdo claro e significativo

A clareza do conteúdo é essencial para a acessibilidade web. Escreva em linguagem simples e evite jargões desnecessários.

Mantenha suas sentenças curtas e claras, destacando as informações mais importantes. Certifique-se de que o significado seja compreendido mesmo sem o contexto visual.

Assim, seu conteúdo será disponibilizado para um público muito maior.

4. Garanta um contraste adequado

O contraste de cores é fundamental para uma boa acessibilidade visual. Certifique-se de que o texto seja facilmente legível em diferentes fundos.

Use ferramentas online para verificar o contraste das cores e faça ajustes, se necessário. Lembre-se de que nem todos os usuários têm a mesma capacidade de distinguir cores.

Gravei um vídeo que pode ajudar nesse sentido.

5. Não confie apenas em cores

Evite utilizar apenas cores para transmitir informações importantes. Algumas pessoas têm dificuldades em distinguir certas cores ou são daltônicas. Utilize também elementos adicionais, como ícones ou textos descritivos, para garantir que as informações sejam compreendidas por todos.

Assim, prover outras alternativas é essencial para o conteúdo ser acessível.

6. Torne as Imagens Acessíveis

Ao usar imagens em seu site, inclua descrições alternativas utilizando o atributo “alt”. Essas descrições permitem que usuários com deficiência visual entendam o conteúdo da imagem por meio de tecnologias assistivas, como leitores de tela. Se a imagem for puramente decorativa e não adicionar informações relevantes, você pode deixar o atributo “alt” vazio.

7. Garanta uma navegação intuitiva

Facilite a navegação em seu site para todos os usuários. Certifique-se de que o conteúdo seja acessível através de teclado, permitindo a navegação por meio das teclas Tab, Shift+Tab e Enter. Isso é fundamental para pessoas que não podem usar um mouse ou possuem dificuldades motoras.

Forneça também informações claras sobre a localização atual do usuário, como destaques em links e cabeçalhos.

Em suma, o conteúdo desse ser acessível via teclado.

8. Teste em diferentes navegadores e dispositivos

A acessibilidade pode variar entre diferentes navegadores e dispositivos. Portanto, teste seu site em várias combinações para garantir uma experiência consistente e acessível para todos. Considere também testar em dispositivos móveis, pois muitos usuários navegam na web usando smartphones e tablets.

9. Faça uso de legendas e transcrições

Legendas em vídeos e transcrições de áudio são recursos valiosos para tornar seu conteúdo acessível a pessoas com deficiência auditiva. Forneça opções de legenda em vídeos e transcrições para conteúdos de áudio, como podcasts. Isso permite que todos os usuários acessem e entendam o conteúdo, independentemente de suas habilidades auditivas.

10. Mantenha-se atualizado

A tecnologia e as diretrizes de acessibilidade web estão em constante evolução. Mantenha-se atualizado sobre as melhores práticas e tendências atuais. Esteja aberto a aprender com a comunidade de acessibilidade e a implementar novas técnicas e recursos em seus projetos.

Conclusão

Lembre-se, pequenas ações podem ter um grande impacto na acessibilidade web. Ao seguir essas dicas, você estará contribuindo para um ambiente online mais inclusivo, onde todos têm a oportunidade de se envolver e aproveitar ao máximo o conteúdo disponível.

☕️

Esse conteúdo foi útil? Gostaria de retribuir?

Doe pelo ou .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.